Fundos de pensões rendem mais que o PSI 20 desde 2000

Nos últimos 10 anos, os fundos de pensões superaram a rendibilidade das acções nacionais, a remuneração dos depósitos e a inflação.

De acordo com dados compilados pela consultora Mercer, "em Dezembro, a rendibilidade mediana dos fundos de pensões portugueses foi positiva em 1,1% devido à ‘performance' das acções" e em 2010 a rendibilidade destes fundos foi de 2,4%.

Segundo os especialistas da Mercer, "para a ‘performance' positiva do mercado accionista contribuíram a confiança dos investidores de que o crescimento económico vai aumentar no próximo ano, o aumento de vendas de imóveis e a queda acima do esperado nos pedidos de subsídios de desemprego nos EUA."

Mas quando se foca a amostra no desempenho dos últimos 10 anos, verifica-se que os fundos de pensões tiveram uma rendibilidade média anual de 2,89%. Trata-se de uma remuneração de apenas 45 pontos base acima da inflação média anual em Portugal na última década, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística.

Em comparação com o desempenho das acções do principal índice accionista da bolsa portuguesa, observa-se que os fundos de pensões conseguiram também superar a ‘performance' média dos títulos do PSI 20 em 2,53% por ano desde 2000.

E face aos depósitos a prazo, o desempenho anual dos fundos de pensões superou, em média, em 69 pontos base a remuneração oferecida pelos depósitos.

fonte:economico.sapo

publicado por adm às 20:33 | comentar | favorito