«Depósitos vão crescer, portugueses estão mais poupadores»

Os níveis de poupança em Portugal preocupam o atual presidente do BCP. Mesmo assim, Nuno Amado acredita que os portugueses estão «mais poupadores e menos gastadores». O banqueiro considera, por isso, que os depósitos vão continuar a crescer.

«Vai continuar a haver crescimento de depósitos, até porque vai continuar a haver transformação de recursos de fora de balanço em recursos de balanço. Acredito que os portugueses estão mais poupadores e menos gastadores», diz o novo CEO do BCP.

Ainda assim não esconde - na conferência de imprensa de apresentação de resultados do primeiro trimestre deste ano - que as prioridades para os próximos trimestres são o reforço do balanço e da capitalização: «Queremos continuar a desalavancagem, melhorando o binómio crédito/depósitos afetando o menos possível a economia e fazendo uma gestão de crédito muito direto», garante.

O presidente executivo do maior banco privado português em ativos diz ainda que o BCP tem necessidades de capital de 2,5 mil milhões de euros, sublinhando que 2012 não será um ano favorável para a instituição financeira.

Certo é que a instituição detinha, até fim de março, 4,5 mil milhões em dívida pública portuguesa.

O banco fechou o primeiro trimestre com lucros de 40,8 milhões de euros, menos 55% face ao homólogo.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/f

publicado por adm às 22:09 | comentar | favorito