Suíça: depósitos bancários com novas regras

Os estrangeiros que quiserem depositar dinheiro na Suíça terão no futuro de declarar os montantes nos respetivos países de origem, segundo uma nova medida do conselho federal helvético.

Com esta medida, que está em fase preparatória e ainda não entrou em vigor, o governo pretende acabar com os depósitos monetários de natureza duvidosa no setor financeiro helvético.

Na prática, um cidadão estrangeiro que queira depositar um montante «importante» numa instituição bancária suíça terá de assinar uma declaração, na qual terá de confirmar que pagou os impostos correspondentes ao valor depositado no respetivo país de origem.

Se o banco tiver dúvidas sobre a veracidade da declaração, a instituição deverá pedir mais dados. No caso de não ficar satisfeita com os esclarecimentos adicionais, poderá rejeitar o depósito.

Se o cidadão mentir e as autoridades helvéticas suspeitarem das informações fornecidas, o indivíduo poderá incorrer de um processo legal.

Até ao momento, as autoridades helvéticas não determinaram alguns aspetos da nova lei, nomeadamente o valor monetário do depósito a partir do qual será necessário assinar a declaração.

Também falta definir o sistema de controlo da banca ou o papel da FINMA, a entidade reguladora do mercado financeiro suíço, neste processo.

O governo helvético determinou que irá concluir o projeto-lei até setembro deste ano.

Até ao momento, as autoridades suíças não esclareceram se a nova legislação terá um carácter retroativo.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:32 | comentar | favorito