Bancos pequenos são os mais afectados por novas regras dos depósitos

A penalização dos bancos que remuneram os depósitos com juros muito elevados poderá atingir Montepio, Banif, Popular, Best, BiG e ActivoBank.

A guerra pelos depósitos dos portugueses sofreu um revés. O Banco de Portugal aprovou um conjunto de medidas que poderá obrigar os bancos nacionais a recuar na sua política de remuneração dos depósitos a prazo. Numa instrução publicada ontem, o Banco de Portugal veio impor penalizações às instituições financeiras que remunerem aplicações a prazo acima de um determinado patamar.

Antecipa-se que esta instrução tenha impacto sobretudo nos bancos de menor dimensão. Tradicionalmente, trata-se de instituições que tendem a apostar na oferta de depósitos a prazo com remunerações mais atractivas, como forma de cativar mais liquidez e novos clientes. Neste cabaz de bancos poderão estar incluídos o Montepio, Banif, Banco Popular, Best, BiG e ActivoBank, de acordo com a análise do Diário Económico. Também o BCP e o BES poderão ser afectados, mas apenas no que toca a um depósito cada.

Esta iniciativa do Banco de Portugal visa conter a recente escalada nos juros dos depósitos a prazo. "Ao longo dos últimos meses tem-se verificado uma subida progressiva das taxas de remuneração oferecidas pelos bancos na captação de depósitos, em particular, em alguns segmentos de mercado", refere o comunicado do regulador liderado por Carlos Costa. 

fonte:http://economico.sapo.pt

publicado por adm às 00:03 | comentar | favorito