Cristiano Ronaldo rende cada vez mais no campeonato dos depósitos

BES dá seguimento à subida de juros que se verifica nos depósitos a prazo em Portugal.

Ao longo dos anos já nos habituamos ao sucesso de Cristiano Ronaldo dentro dos relvados dos campos de futebol. Mas, "fora das quatro linhas" o craque de futebol também promete remates certeiros. Nomeadamente, no campeonato dos depósitos a prazo. É que o futebolista madeirense volta a ser o rosto de mais uma campanha publicitária de poupança do Banco Espírito Santo em que sob o mote "Com uma taxa destas não se hesita" promete juros mais atractivos aos clientes.

Em causa está a "Nova Conta Rendimento CR", um depósito a três anos a taxas crescentes ao qual o craque dá o nome e em que está a ser oferecido aos novos subscritores uma remuneração bruta média anual de 4,83% (3,79%, líquidos) ao fim desse prazo. Esta taxa supera a que anteriormente estava a ser oferecida: de 4,25% (3,34%, líquidos). Este incremento dá assim seguimento à actual tendência de subida de juros nos depósitos a prazo que se verifica em Portugal em função da necessidade de os bancos captarem fontes alternativas de financiamento junto dos clientes particulares. Por isso, hoje, não é muito difícil encontrar instituições financeiras que se disponibilizem a pagar juros acima de 4%, ao ano, em depósitos a prazo.

Curiosamente, e contrariamente ao que se passava até agora, o craque português já rende mais em Portugal do que em Espanha no campeonato dos depósitos. A remuneração da "Nova Conta Rendimento CR" já suplanta a do "Nuevo Depósito CR 4,80%", um depósito que também utiliza a imagem do futebolista português e que está disponível na sucursal espanhola do banco liderado por Ricardo Salgado.

Este produto oferece um juro de 4,8%, a 24 meses, por depósitos de clientes que venham de outras instituições. Para além disso, a aplicação está disponível apenas para montantes acima de 25 mil euros.

No caso da "Nova Conta Rendimento CR", as condições de acesso são consideravelmente mais fáceis. Este depósito a prazo está disponível para qualquer aforrador com conta aberta no BES e que tenha pelo menos 1.000 euros para depositar. O principal inconveniente deste produto é que, para ter direito à remuneração máxima prometida, o cliente terá de esperar até ao final do prazo para resgatar o dinheiro da aplicação. Até lá, a remuneração vai subindo gradualmente, por semestre, da seguinte forma: de 3,5% (TANB) no primeiro semestre até 6,5% no sexto semestre.


Nova conta Rendimento CR

- Montante mínimo: 1.000 euros

- Prazo: Depósito a três anos

- Remuneração: Taxas crescentes, com pagamento semestral de juros

- TANB Média: 4,83%

- Vantagem: O pagamento semestral dá uma maior flexibilidade de resgate já que ocorre apenas a perda a perda de juros desse período

- Desvantagem: Como é remunerado a taxas crescentes, é necessário manter a aplicação durante três anos para garantir a remuneração máxima.

fonte;:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 21:22 | comentar | favorito