Depósitos das famílias registam recorde histórico

Desde o início do ano o montante de depósitos dos particulares aumentou 7% e em Julho atingiu 126.916 milhões de euros.

O Boletim Estatístico de Setembro do Banco de Portugal, publicado hoje, revela que a banca continua a cortar no crédito às famílias e que os depósitos dos particulares voltaram a aumentar.

De acordo com o documento, entre Junho e Julho a concessão de empréstimos para consumo e habitação a particulares contraiu 0,23%. Tratou-se do maior corte mensal da banca desde Janeiro de 2009.

Do lado dos depósitos, a famílias tinham depositado em Julho o valor recorde de 126.916 milhões de euros, o equivalente a 12 mil euros por cada português.

É ainda de salientar que há 10 meses consecutivos que os depósitos das famílias aumentam. Só este ano, o aforro dos particulares junto da banca nacional cresceu 7%.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 13:28 | comentar | favorito