IGCP mantém juro dos Certificados do Tesouro nos 7,1%

É o quarto mês consecutivo em que os juros dos Certificados do Tesouro para aplicações a 5 e a 10 anos não mudam.

O Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público (IGCP) acabou de divulgar as taxas de juro aplicáveis às subscrições de Certificados do Tesouro efectuadas em Junho, tendo optado por reiterar as remunerações definidos no último mês.

Este é assim o quarto mês consecutivo em que as taxas de juro dos Certificados do Tesouro, para aplicações a cinco e 10 anos, não sofrem alterações. Assim, para aplicações a cinco anos o tecto máximo é fixado à taxa anual ilíquida de 6,8%. Já para aplicações a 10 anos, o limite volta a ser colocado nos 7,1%. Também no caso das subscrições por um período até quatro anos do investimento, e que tem como referência a taxa Euribor a 12 meses, a remuneração oferecida será a mesma do mês anterior: 2,1% em termos brutos.

Recorde-se que as taxas de juro dos Certificados do Tesouro estão congelados por tempo indeterminado. Uma instrução publicada no final de Abril pelo IGCP definiu que "enquanto se mantiverem as condições de mercado" serão estes os tectos máximos a aplicar à remuneração dos Certificados do Tesouro.

fonte:http://economico.sapo.pt/

 

publicado por adm às 22:58 | comentar | favorito