Estado, bancos e seguradoras disputam poupanças dos portugueses

No ano passado, os bancos captaram mais 7% em depósitos de clientes do que em 2009.

Qual é a palavra mais popular a seguir a "crise" ou a "austeridade"? Provavelmente a resposta correcta será "poupança". Os economistas há já muito tempo que vinham alertando para a necessidade das famílias pouparem mais e serem mais comedidas nos gastos. A crise obrigou os portugueses a seguir o conselho.

Hoje não são apenas os economistas a apelarem a uma maior poupança. Governantes e banqueiros fazem o mesmo. Com o Estado a pagar juros elevados para se financiar no mercado e em que os bancos sentem dificuldades em aceder a liquidez, os recursos dos portugueses funcionam como uma torneira de capital para o sistema financeiro. Os números comprovam esta aposta crescente na captação de poupanças.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 23:03 | comentar | favorito