Taxa dos depósitos recua em Fevereiro para 1,88%

Rendibilidade média das aplicações a prazo chegou aos 2% em Janeiro, mas os bancos voltaram a cortar as taxas no mês de Fevereiro.

Os bancos portugueses voltaram a reduzir as taxas praticadas nos depósitos a prazo até um ano. Depois da subida para 2% no arranque deste ano, após dois meses de descida dos juros, a tendência voltou a inverter-se no segundo mês de 2014, tornando as aplicações a prazo cada vez menos atractivas face aos produtos do Estado.

 

De acordo com os dados do Banco de Portugal, a taxa média oferecida pelas instituições financeiras nos depósitos com um prazo até um ano recuou para 1,88%. Depois da subida para 2% no primeiro mês do ano, a taxa caiu em Fevereiro para o nível baixo desde Novembro (quando estava em 1,9%).

 

Com este corte, a remuneração oferecida pela banca nos depósitos ficou ainda menos atractiva quando comparada com a apresentada pelo Estado nos certificados de aforro que pagam 3,265%. E bastante aquém da taxa média de 4,25% apresentada pelos Certificados do Tesouro Poupança Mais.

fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/

publicado por adm às 22:21 | comentar | favorito