Onde aplicar as poupanças dos mais pequenos

Encontre as melhores taxas de juro nos produtos direccionados para os mais novos nos depósitos a prazo.

Quase 80% dos produtos vocacionados para as poupanças dos mais jovens remunera abaixo da taxa média dos depósitos a um ano, todos pagam menos do que a inflação e alguns - não tão poucos quanto isso - oferecem taxas de juro que mais parecem uma brincadeira de crianças. Se pretende oferecer um pé de meia ao seu filho por ocasião do Dia Mundial da Criança conheça quais as melhores opções.

Além dos depósitos a prazo dirigidos para os mais jovens, com prazos que variam entre os três meses - um prazo manifestamente curto para uma aplicação que se quer capitalizável por um longo-prazo - e os quatro anos, pode ainda optar por contas poupança ou seguros de capitalização. A mais valia das contas poupança é o facto de, regra geral, serem automaticamente renovadas findo o prazo inicial e permitirem entregas periódicas de baixo valor. Em contrapartida, a maioria destas aplicações oferece taxas manifestamente insuficientes. Por exemplo, a Conta Poupança Jovem do Millennium bcp paga uma taxa anual nominal bruta (TANB) de 0,125%, 0,25% e 0,375% consoante o prazo da aplicação, 91, 181 e 366 dias, respectivamente. Tome-se como exemplo a aplicação a seis meses: tendo em conta que a taxa é anual, os 0,25% renderiam em seis meses 0,125%. E tendo em conta que a taxa é bruta, uma vez aplicada a taxa de IRS de 21,5%, o juro líquido passa para 0,098%. Ou seja, se aplicar 1.000 euros nesta conta ganha, ao final de seis meses, 98 cêntimos.

Mas este está longe de ser o único exemplo do género: a conta poupança Caixa Projecto, da CGD, oferece uma TANB de 0,6% até um máximo de 0,85% com prémios de permanência, para aplicações abaixo de 5.000 euros. Para montantes superiores, a taxa máxima chega aos 0,95%; a Conta Poupança Júnior do BES paga uma TANB de 0,35%; a ABConta do BPI tem uma TANB de 0,95%, mas com prémios de permanência pode chegar aos 1,6%. No entanto terá de manter a aplicação durante quatro anos; a Conta Poupança Jovem do Santander paga 0,5% para montantes inferiores a 25.000 euros, mas para montantes superiores a 100.000 euros a TANB sobe aos 0,875%; no Crédito Agrícola a Conta Poupança Geração Jovem tem uma TANB que varia entre os 0,4% a seis meses e para montantes inferiores a 1.000 euros, e os 0,9% para um ano e um valor superior a 5.000 euros.

Uma oferta que está longe de estar à altura das poupanças dos mais pequeninos. Já os depósitos a prazo oferecem taxas mais atractivas: o Caixa PopPrazo, um depósito a quatro anos da CGD, tem uma TANB de 3,75% desde que opte pela opção de depósito não mobilizável. Caso contrário o depósito terá taxas crescentes, com uma TANB média de 3,013%. Já para prazos menores, de dois anos, pode optar Montepio Super Poupança Bué ou pelo Depósito Crescente Nova Geração, do Banif, com juros de 3% e 3,313% (taxa de juro média), respectivamente. As taxas são interessantes e em linha com as melhores ofertas do mercado. No entanto, tanto a quatro anos como a dois anos é possível encontrar, entre os depósitos dirigidos para adultos, juros mais altos, no caso, no Banif.

Pode ainda optar por um produto que acompanhe o seu filho até à maioridade. Pode manter um seguro de capitalização até aos 18 anos do beneficiário, no entanto, nestes produtos tem de pagar comissões - de gestão, resgate e por vezes também de subscrição - além de desconhecer as taxas de juro que lhe serão garantidas no futuro. Por exemplo, o Poupança a Crescer do Santander oferece uma TANB de 4%. No entanto, esta taxa é apenas garantida para este ano, já que resulta do rendimento expectável do Fundo Autónomo para este ano. A taxa é comunicada todos os anos a 31 de Dezembro, e vigorará durante todo o ano civil seguinte.


Onde aplicar as poupanças dos mais pequenos

1 - Depósitos
Existe uma vasta oferta de depósitos a prazo dirigidos para os clientes juniores. O Caixa PopPrazo a quatro anos, não mobilizável, tem a taxa de juro anual bruta mais atractiva, com 3,75%. Já se preferir um depósito a dois anos, o Depósito Crescente Nova Geração, 
do Banif oferece-lhe uma taxa média de 3,313%.

2 - Contas Poupança
São renovadas automaticamente e por igual período de tempo ao contratado inicialmente e permitem entregas periódicas de baixo valor. No entanto as taxas de juro são muito baixas: Apenas a Conta Poupança BES Jovem oferece juros superiores a 1% desde o primeiro ano, já que paga a Euribor a um mês que cota actualmente nos 1,245%.

3 - Seguros de Capitalização
Pode encontrá-los no BES, BPI e Santander. Permitem manter a aplicação até à maioridade do jovem, no entanto cobram comissões e a remuneração depende da performance do fundo ao qual estão associados. Assim, embora garantam geralmente uma taxa, esta só é conhecida no final de cada ano. Para este ano a taxa mais atractiva pertence ao Santander, com 4%.

4 - Outras opções
Pode sempre optar por recorrer à oferta geral de depósitos a prazo, onde encontra melhores taxas do que as oferecidas neste segmento júnior. Para depósitos a mais de um ano, o Banif tem os juros mais atractivos em todos os prazos. Pode ainda aplicar as poupanças dos seus filhos em Certificados do Tesouro, podendo no entanto não estar isento de eventuais riscos relacionados com a dívida pública.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 10:34 | comentar | favorito