Crise leva portugueses a abrir contas em moeda estrangeira

Receios sobre a crise do euro levaram, nas últimas semanas, muitos portugueses a abrir conta em moeda estrangeira, sobretudo dólares.

O receio em relação ao futuro da moeda única já está a afectar as decisões de aforro dos portugueses que, numa óptica de prevenção, estão a optar cada vez mais por depósitos em moeda estrangeira. O Diário Económico confirmou a tendência junto de seis instituições financeiras nacionais, que incluem bancos e corretoras.

Embora a maioria refira que a tendência é notória, principalmente, nas últimas semanas, como é o caso do Barclays e de um dos maiores cinco bancos nacionais, há também quem aponte para uma tendência de mais longo-prazo: "Houve um notório aumento de aberturas de conta em moeda estrangeira, sobretudo dólares, coroas suecas, coroas norueguesas e francos suíços. É um fenómeno visível há, pelo menos, dois meses", refere João Queiroz, director de negociação da área de corretagem da GoBulling.

Duas fontes que não quiseram ser identificadas avançam ainda que a actual conjuntura está também a levar ao aumento de contas no exterior: "Na área de ‘private banking' esse fenómeno sempre existiu, mas é verdade que os receios do futuro do euro e da evolução da economia portuguesa levaram mais clientes a abrir contas em bancos e em países estrangeiros nos últimos meses", nota uma das entidades contactadas. 

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 22:49 | comentar | favorito