Depósitos das famílias atingem valor mais elevado de sempre

Depósitos de particulares voltaram a atingir recordes apesar da tendência de descida das taxas de juro oferecidas.

As famílias continuaram a aumentar as suas aplicações em depósitos no mês de Julho, com o montante total a ter uma subida mensal de 211 milhões de euros para 132,5 mil milhões de euros, segundo dados do Banco de Portugal. As subidas nos depósitos surgem numa altura em que a tendência das taxas de juro oferecidas pelos bancos é de queda. Apesar dos juros até terem tido uma ligeira melhoria mensal de 3,13% para 3,16% em Julho estão longe dos 4,53% oferecidos em Outubro do ano passado, altura em que bateram máximos.

Desde o início do ano, o montante aplicado em depósitos dos bancos nacionais aumentou 1,44%, o equivalente a 1,88 mil milhões de euros. Com esta evolução, os bancos nacionais estão a conseguir evitar a tendência de fuga de depósitos observadas noutros países periféricos, como Espanha e Grécia.

O aumento do valor aplicado em depósitos surge ainda num período em que a concorrência para captação das poupanças da família é menor. Um dos exemplos é a opção das maiores empresas portuguesas em conseguirem financiamento através da emissão de obrigações para o retalho.

fonte:http://economico.sapo.pt

publicado por adm às 23:30 | comentar | favorito